ATA DAS AÇOES DO GRUPO DE MESTRAS E MESTRES RELAIZADAS NO DIA 13 DE JU

18/07/2019

ATA DAS AÇOES DO GRUPO DE MESTRAS E MESTRES RELAIZADAS NO DIA 13 DE JULHO DE 2019 Conforme decisão tomada por todos no dia 01 de dezembro de 2018 na cidade de Pomerode, todos os Mestres e Mestras que estavam presentes assumiram algumas ações. Ações estas que deveria ser realizadas no decorrer do ano de 2019.Seguindo a agenda , aconteceu a primeira ação concreto deste grupo conforme combinado e divulgado em redes sociais no grupo de Mestres e Mestras e no Watts zap pessoal de cada um, onde por decisão na reunião realizada em Tijucas , na casa do Mestre Sady o grupo decidiu que fariam uma visita em loco (grupo) para ver a necessidade do QUILOMBO SANTA CERUZ EM PAULO LOPES-SC, tendo em vista que este QUILOMBO é o único no estado a ter um TERREIRO de Umbanda em atuação, e na Cooperativa do Morro da Queimada e Mocotó em Florianópolis –SC ,onde existe um trabalho realizado com crianças e adolescentes voltado para os valores da nossa Religião. As 8 horas do dia 13 de julho no pátio do Posto Galo no município de São José nos reunimos para seguir em carreata até o QUILOMBO DA TOCA em Paulo Lopes –sendendo as seguintes cidades representadas, Jaraguá do Sul, o Coordenador do Instituto Carta Magna da Umbanda, Professor Felix, e os seguintes Mestres e Mestras : Mestra Carmem da cidade de Itapoá –SC, Elder José Martins da cidade de Laguna _SC Mestre Sady Portes da cidade de Tijucas-SC, Mestre Gilberto Muniz da cidade de Pomerode –SC Mestre Marcos Caneta da cidade de São José –SC, a Mestra Natalina já se encontrava no local em Paulo Lopes , o Mestre Pai Ilson de são Jose-SC veio somar com o grupo no Morro da queimada e Mocotó em Florianópolis Esta comitiva foi formada por 60 pessoas, ao chegar no Quilombo fomos recepcionados pela Mestra NATALINA FELIPE, que nos acolheu e expos a realidade da comunidade quilombola, nesta comunidade a qual a Mestra Natalina é líder tem 56 famílias nem todas tem casa adequadas para morar, falta saneamento básico e infraestrutura num modo geral. O grupo de Mestres e Mestras assumiu um compromisso de auxiliar a Mestra Natalina na edificação do seu Terreiro, pois onde funciona o seu terreiro ela cedeu a uma família que não tinha onde morar, o Mestre Sady Portes juntamente com um dos seus filhos de Santo se comprometeu em retornar ao quilombo e fazer a metragem vendo a necessidade do material para esta construção. Como ideia ficou de amadurecermos a possibilidade de um almoço festivo na TENDA DE UMBANDA CACIQUE CHEFE DA MATA na cidade de Tijucas-SC, onde o lucro deste evento será destinado ao quilombo. Em seguida foi servido um café social onde cada um dos participantes colaborou para que este café acontecesse. Um dos momentos gratificante foi quando todas as famílias quilombolas foram surpreendidas com as doações de roupas e alimentos que os participantes levaram, deixando estes na responsabilidade da Líder Natalina para a distribuição. Um dos momentos mágicos foi quando a Mestra natalina nos levou ao seu humilde TERREIRO e conseguiu comportar dentro dele toda a comitiva, a mesa incorporou a cabocla Jurema e abençoou e agradeceu a todos os presentes, Finalizamos a nossa visita no Quilombo por volta das 13 horas, onde trouxemos conosco uma experiência de ancestralidade magnifica haja visto que a UMBANDA é um a Religião Urbano. Saindo do Quilombo, fizemos uma pausa para o almoço na estrada, em seguida a caravana seguiu ar o morro da queimada e do mocotó, na grande Florianópolis, fomos até a cooperativa onde a Líder ANINHA, expos a nós a necessidade daquela comunidade, da mesma forma que aconteceu no quilombo, aqui também houve um comprometimento do Grupo de Mestres e Mestras na ajuda a esta comunidade. O Mestre Sady Portes cedeu a esta comunidade um professor de dança e um atabaque, a necessidade desta comunidade ela é de urgência, pois cada criança e adolescente que ali se encontra são extremamente carentes, vendo estas necessidades todo o grupo de Mestres e Mestras ali presentes se prontificaram a ajudar com as necessidades básicas para continuidade deste projeto de resgate da nossa Religião. Em seguida fomos convidados a visitar um TERREIRO onde estava acontecendo uma Camarinha de 21 anos de uma filha de santo. Retornamos a cooperativa onde apresentamos a líder da Marcha pela Intolerância Religiosa Estela que falou do objetivo da caminhada e este ano com uma força maior e a parceria com o grupo de Mestres e Mestras , só queremos ressaltar que este compromisso da carreata pela Intolerância Religiosa foi assumido por nós todos , para celebrarmos em conjunto o dia Estadia da Umbanda (15/11) sendo que o dia 15 de novembro fica para ser celebrado em cada uma das cidades , e no dia 17 de novembro de 2019 a celebração do dia Estadual da Umbanda e a marcha pela intolerância religiosa e importante lembrar que em Santa Catarina as casas também estão sendo atacadas. Após esta exposição fomos presenteados com diversas apresentações do grupo Mittos, que nos mostrou como é bonito quando a criança e o jovem são orientados na sua fé pôr intermédio da arte, o momento magico foi quando todos nos envolvemos em uma roda única de comemoração aos nossos Orixás. Nos despedimos deste povo humilde e acolhedor E por ser verdade eu José Aparecido Felix digitei esta ata que segue assinada por todos os presentes


0 Comentários

Adicione um comentário

Aplicativos


 Locutor no Ar

AutoDJ

Piloto Automático

Peça Sua Música


Anunciantes